segunda-feira, 29 de setembro de 2008

PALAVRAS PARA QUÊ...


Desejo de uma boa semana para todos

Não me apetece escrever muito, mas aqui fica um pequenino filme japonês, que eu acho uma delicia, já sei que muitos me vão dizer, já vi..., mas sabe sempre bem revê-lo.


video

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Vizinhos destes !!!

Vou partinhar convosco um mail que recebi duma amiga minha, com uma cartinha que é de chorar...., aqui vai:

"
Caros vizinhos,
Lamento referir-me a um assunto tão íntimo vosso, mas é por este acabar por não ser realmente privado, que vos alerto.
Todos gostamos de dar uma boa queca, é natural. Todavia é importante têr consciência se o condomínio "assiste" a acto tão privado. E assiste... Não visualmente, óbvio, mas a barulheira que é feita no árduo desempenho do acto, certamente "acorda" os mortos do cemitério à nossa beira.

Confesso que os gemidos femininos até nem incomodam, ouvem-se baixinho e transmitem uma sensualidade que é naturalmente agradável, mas quanto ao resto, o caso muda de figura.
Os barulhos do mobiliário a arrastar, as pancadas ritmadas na parede espalham-se pela estrutura do edificio. Não é preciso ser engenheiro ou licenciado em engenharia para perceber que os ruídos e as vibrações estruturais são os mais difíceis de isolar e os mais incomodativos.

Portanto, ou compram uma cama nova, ou fodem no chão!!
Não me fodam é a mim.

Boas fodas.

O vizinho de baixo!!! "

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Regresso às aulas

Pois não chegava ter tido umas semanas com montões de trabalho e a sair tarde e más horas, como ser o início do ano lectivo do "adolescente" lá de casa que me deixa de rastos e de tanga!!!!

Primeiro ir conhecer melhor a nova escola do rapazote, saber de todo o material necessário e ainda a carrada de livros, depois fazer aquele tour entre livrarias e lojas da "moda", sim porque que têm putos no liceu sabe bem o que é isso de não ter nada que lhes sirva nesta altura do campeonato.

E pior que isto tudo é o stress em que o rapaz está, (e aqui a maezinha tambem) por ele ir para uma escola nova, num sítio novo em que não conhece ninguem na escola, e ainda por cima, no prédio onde estamos a viver só existêm duas crianças e mais pequenas, o que tambem não ajuda nada.

A unica coisa que eu tenho esperança, é que nestes meios mais pequenos, as escolas são melhores e os professores acabam por dar mais atenção aos alunos.

Bom, mas têm de ser , e esta nova vidinha, de familia monoparental, agora é que vai começar a sério, vamos lá ver se eu me vou aguentar sózinha com tudo, casa, filho, contas para pagar que não param de aparecer, mas como dizia o outro para a frente é que é Santarem.

Já á muito tempo que não vinha cá escrever nada, e ainda por cima só me saiem destas, melhores dias virão...